HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Segunda a Sexta, das 13h30 min. às 17h. WhatsApp: +55 11 97337-9151

Sede: Av. Paulista, 171, 4º andar. Cidade de São Paulo- SP, CEP: 01310-000

NOSSAS REDES SOCIAIS
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • iTunes ícone social
  • Google Play ícone social


© Associação Brasileira de Filosofia e Psicanálise - 2008 - 2019
CNPJ: 32.083.499/0001-34 

LEGALIDADE DO CURSO DE PSICANÁLISE
E DO EXERCÍCIO DO OFÍCIO DE PSICANALISTA

A atividade de Psicanalista não é considerada profissão por não ser regulamentada por lei. Ela é uma ocupação estabelecida através da Portaria nº 397, de 09/10/2002, do Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil, editada pelo Ministro Paulo Jobim Filho que aprovou a CBO – Classificação Brasileira de Ocupações, determinando um código específico para identificar e classificar as diversas atividades de trabalho em todas as áreas, e dentre essas, encontra-se classificada a atividade de Psicanalista/analista sob o código 2515-50.

Projetos de Lei que buscavam a regulamentação da prática psicanalítica
1. PL 57/1975 / AUTOR: FRANCISCO AMARAL
2. PL 2510/1979 / AUTOR: SIMÃO SESSIM
3. PL 3944/2000 / AUTOR: EBER SILVA
4. PL 2347/2003 / AUTOR: SIMÃO SESSIM
SUGESTÃO DE LEITURA COMPLEMENTAR:
OFÍCIO DO PSICANALISTA - FORMAÇÃO VS. REGULAMENTAÇÃO
Autor: ANCHYSES JOBIM e cols.
Editora: CASA DO PSICÓLOGO
Ano: 2009
Número de páginas: 197
Categoria Principal: Teoria P
sicanalítica