Sobre o valor do curso de psicanálise e das sessões de análise

Curso de psicanálise rápido, barato e fácil? 


Do nosso ponto de vista, os cursos de psicanálise de baixo valor financeiro surgiram a partir de 2016, motivado por uma crise econômica que fez o desemprego disparar no brasil. A partir deste ponto observamos profissionais autônomos, liberais e micro empreendedores individuais a "ofertar" o curso de formação em psicanálise como única fonte de renda.

 

Ao nosso entender os cursos de baixo valor visam apenas o lucro rápido, ganham na quantidade de alunos.

 

A psicanálise é uma formação singular e subjetiva, que exige tempo e disposição intelectual. Pessoas sensatas e compromissadas com o saber não optam por cursos de pouco tempo e valores irrisórios. Assim como um sujeito bem instruído não vai a um psicanalista cuja as sessões de análise são de baixo valor financeiro.

 

Imagine um psicanalista que cobra sessenta reais, ou menos, por sessão de análise. Ele precisará ter vários pacientes por dia para conseguir ter tranquilidade financeira e oferecer uma vida digna para sua família, correto?

 

O efeito de acompanhar vários pacientes diariamente e por muitas horas por dia será o esgotamento intelectual, comprometimento da escuta flutuante e da pesquisa. Um bom psicanalista precisa de tempo ocioso para dedicar-se ao estudo minucioso e cauteloso que cada caso exige. Por esse motivo as sessões de análise devem ter um valor justo, para que o psicanalista trabalhe poucas horas por dia e dedique seu tempo ocioso ao estudo e a pesquisa.

Em psicanálise o dinheiro tem uma equivalência simbólica

Freud, no decorrer de sua obra, dá importância ao tema do dinheiro e do pagamento. Em 1917, ele coloca o dinheiro na série de equivalência simbólica - fezes, pênis, bebê e dinheiro - nos intercâmbios de uma pessoa com outra. “Nos produtos do inconsciente os conceitos de fezes (dinheiro, dádiva), bebê e pênis mal se distinguem um do outro e são facilmente intercambiáveis.” (1976, p. 160)

Em 1913, Freud coloca o dinheiro como um dos pontos capitais a tratar no começo de uma análise e recomenda que não sejam oferecidos tratamentos gratuitos, que a gratuidade aumenta as resistências do neurótico.

 

Assim como um sujeito sensato, instruído é criterioso na escolha do psicanalista, também devemos sê-lo ao escolher uma associação, sociedade ou escola de psicanálise para a formação psicanalítica.

 

Nós, da ABRAFP, aceitamos um número limitado de alunos por ano. Para que a formação ocorra de forma única, singular e seguindo todos os preceitos da formação psicanalítica. Esse é o nosso diferencial.

 

Como bem sabemos, não é possível oferecer um bom atendimento, um bom serviço ou um produto de qualidade a baixo valor. Essa é a premissa básica que rege a estrutura socioeconômica.

Sugestões:
Como lidar com o pagamento dos super ricos? | Christian Dunker | Falando nIsso 72

 

Bibliografia:

Freud, S. As transformações do instinto exemplificadas no erotismo anal (1917), Edição Standard das Obras Completas, Vol. XVII. Rio de Janeiro: Imago, 1976

MARTIN, P. (1984). Dinheiro e psicanálise. Rio de Janeiro: Revinter, 1997. (Coleção Freudiana).
PAULO, de Karin. Sem? Sobre a Inclusão e o Manejo do Dinheiro Numa Psicanalise, Ed. Casa do Psicólogo; 2ª edição 1 janeiro 2014.

Deseja compreender a psique humana?